BEM VINDOS

Quem quiser continua visualizando meus trabalhos visitem: https://www.facebook.com/escolamariaodete.carneirosoares

19 de out de 2010

Seu comportamento faz a diferença!



TEORIA DA AFIRMAÇÃO

Somos todos diferentes. Contudo, temos tendências, características que podem nos enquadrar em categorias comportamentais gerais. Embora existam instrumentos de pesquisa específicos para ajudar a revelar suas características pessoais e estabelecer uma categoria para o seu tipo de comportamento e de outras pessoas, sua própria observação do comportamento de outras pessoas geralmente é suficiente para determinar em qual deles você se enquadra.

CATEGORIAS COMPORTAMENTAIS

1. AGRESSIVO

2. NÃO AFIRMATIVO

3. PASSIVO/AGRESSIVO

4. AFIRMATIVO

PERFIL DO PERSONAGEM “AGRESSIVO”

Indivíduos agressivos exercem os seus direitos, mas tentam tirar o direito dos outros. Adotam uma posição de dominância, tentando humilhar ou rebaixar a outra pessoa. Os agressivos acham que têm de ganhar a todo custo, por isso, a questão em si tem pouca importância, o ganho pessoal é que interessa.

OPINIÕES BÁSICAS

“Eu tenho direitos, mas você não”/ “Meus sentimentos são mais importantes que os seus”

“Nunca estou errado”/“As pessoas devem fazer o que eu mando”/“Não discuta comigo”

ATITUDES TÍPICAS

“Demonstração exagerada de poder”/ “Mãos na cintura, pés separados, firmes, empertigados”

“Gestos abruptos, petulante, mandão”/ “Olhar frio e fixo, expressões faciais pesadas”

“Tom de voz alto, impertinente, autoritário”

EXPRESSÕES USADAS

“Você tem que ...”/“Porque eu disse ...”/“Seu idiota ...”/“Estou avisando ...”/“Você sempre (nunca) ...”

PERFIL DO PERSONAGEM “NÃO AFIRMATIVO

O indivíduo não afirmativo é oposto do agressivo. Não exerce seus próprios direitos, deixando que os outros o privem desses direitos. Sempre desistem, evitam conflitos, tentam satisfazer a todos, adiam decisões.

OPINIÕES BÁSICAS

“Eu tenho que ser bonzinho”// Não crie problemas, os outros podem não gostar de você”

“Os outros têm direito, você não”;“Não tenho valor”/“Se não puder dizer algo agradável, não diga

ATITUDES TÍPICAS

Falta de autoconfiança, visível em sua postura / Balança muito a cabeça (concordando)

Abaixa e desvia os olhos / Mãos nervosas, frias /Tom de voz fraco, manso e hesitante

EXPRESSÕES USADAS

“Não posso ...”/“Gostaria ...”/ “Se ao menos eu pudesse ...”/“Nunca conseguirei ...” “Provavelmente deveria ...”

PERFIL DO PERSONAGEM “PASSIVO/AGRESSIVO”

São inicialmente mais difíceis de reconhecer que os “Agressivos” e “Não afirmativos”. Na verdade esse comportamento é uma combinação dos dois. A princípio, esse estilo não é confrontador, indicando “Não afirmação”. No entanto, a agenda oculta é manipular a situação de maneira negativa para tentar, por fim, tomar os direitos de outra pessoa, resultando em um comportamento agressivo.

OPINIÕES BÁSICAS

“Eu pago agora, mas você paga depois”/“Uma sabotagem sutil compensa”

“É melhor ser esperto que confrontador”/“Nunca mostre suas cartas”

“Não deixem que saibam o que está acontecendo”

ATITUDES TÍPICAS

“Estilo petulante, sarcástico’/ “Ar de superioridade”

“Postura obscura: mãos e braços constantemente cruzados, como se estivesse dissimulando”

“Expressão facial não revela sentimentos verdadeiros”

“Tom de voz às vezes inocente, às vezes de advertência”

EXPRESSÕES USADAS

“Bem se é assim que você quer ...” (tom de advertência) “Eu lhe disse ...“ (efeito de repetição)/Como você pode pensar isso...” (inocência)“É óbvio que ele(a) está errado(a)”/ “Quem ... eu?”

PERFIL DO PERSONAGEM “AFIRMATIVO/ASSERTIVO”

Indivíduos afirmativos exercem seus direitos e encorajam os demais a fazerem o mesmo. Dos quatro comportamentos da teoria da Afirmação, esse modelo é mais equilibrado. Os afirmativos são honestos e demonstram consideração pelos sentimentos e opiniões dos outros..

OPINIÕES BÁSICAS

“Eu tenho direitos e os outros também”/“As pessoas merecem o meu respeito”

“Posso não ganhar sempre, mas consigo sempre administrar a situação”

“É melhor lidar com os problemas quando eles acontecem” /“Erros podem ser corrigidos”

ATITUDES TÍPICAS

“Postura segura/ Demonstra atenção e força ao se comunicar

“Utiliza frases na primeira pessoa (eu em vez de você)/“Expressões faciais sinceras, olha nos olhos

“Voz firme, bem modulada, não ameaçadora

EXPRESSÕES USADAS

“Quais as nossas opções”/ “Você está certo, eu errei”/ “O que você vai fazer para ...”

“Eu prefiro ...” “Quais as questões importantes aqui?”


Algumas atitudes suas, diretores e supervisores, garantirão o desenvolvimento de projetos e ações positivas dentro da escola.

PENSE NISSO!

21 de jul de 2010

UM PLANO PARA AVANÇAR A EDUCAÇÃO

O trabalho com projetos é uma forma de sistematizar as atividades dentro das escolas, e é um dos avanços em que aos poucos as escolas estão entendendo a importancia de saber se organizar na sua política como um todo, porém sendo realista, sei que está longe de ser a solução para todos os problemas da educação.
De acordo com a revista Veja de 30 de junho ( reportagem de Roberta de Abreu Lima) o debate sobre os rumos da educação no Brasil costuma ser excessivamente teórico e, não raro, tomado por propostas mirabolantes. Daí a relevância de uma iniciativa que acaba de reunir 80 especialistas da área para conceber um documento com ideias bastante objetivas e sem ideologias para promover avanços no ensino brasileiro. O conjunto de propostas será entregue aos 3 principais candidatos à presidência: Dilma, Serra e Marina. Em resumo temos as seguintes propostas:

  • CRIAR A LEI DE RESPONSABILIDADE EDUCACIONAL- Ao prestarem contas ao MEC sobre verbas federais, as secretarias passariam a ser punidas nos casos do mau uso do dinheiro.


  • ELABORAR UM CURRICULO NACIONAL UNIFICADO- O MEC fornece linhas gerais do que deve ser ensinado, mas até hoje não dispõe de um currículo básico especificando claramente o que é esperado da criança em cada ano escolar.



  • FLEXIBILIZAR O ENSINO MÉDIO- O objetivo é reduzir o número de disciplinas para no máximo dois terços do atual currículo, deixando a outra parte para que o aluno eleja sua própria grade de matérias de acordo com a área em que pretende se especializar mais tarde.


  • DAR AUTONOMIA AOS DIRETORES- O MEC deve incentivar as secretarias a conferir mais poder aos diretores como por exemplo escolha de seu quadro funcional e eventual demissão de professores.


  • OFERECER FORMAÇÃO PRÁTICA AOS PROFESSORES- A ideia central é finalmente formar em carater obrigatório os professores com uma visão mais realista da sala de aula. Hoje, não mais que 20% das disciplinas nas escolas de pedagogia são dedicadas as metodologias de ensino.

  • PREMIAR BONS MESTRES- A proposta é universalizar nas escolas um sistema baseado na meritocracia.Através de avaliações oficiais e destacando talento...Claro incentivo financeiro.

  • AMPLIAR A JORNADA ESCOLAR- A ideia é que o MEC apoie financeiramente estados e municípios para garantir aos alunos pelo menos uma hora a mais por dia na escola.

Seja Bem-vindo (a)

Podemos ser imortais!!!



Nossas ideias, nossas atitudes, nossa maneira de pensar e agir... passam a fazer parte daqules que aprendem conosco. E de uma certa forma eles são um pouco de nós.





É essencial para nossa vida repassar nossos "saberes"





É UMA MISSÃO.







Leila